quinta-feira, 29 de agosto de 2013

A mudança de Idalina.


Idalina trabalhava na casa de um médico em São Paulo. Durante anos foi o anjo da guarda da família. Cuidava da limpeza, da cozinha e da roupa. E ajudou a criar os filhos que, como todos, a adoravam.

Um dia, muito sem jeito e com os olhos cheios de lágrimas, Idalina anunciou que ia embora. O médico, a mulher, os filhos ficaram em pânico:
- O que é que aconteceu, Idalina? Algum problema? Salário pequeno? Vamos conversar. Quem sabe a gente aumenta seu ordenado?
- Não é nada disso não, doutor. É a igreja. Nós somos evangélicos, a nossa igreja transferiu meu marido para o Paraná e eu tenho que ir com ele.
- Seu marido é pastor?
- Não, doutor. O pastor é que vai nos levar com ele.
- Se seu marido não é pastor, pode muito bem ser substituído por outro.
- Não pode não, doutor. O pastor só confia em meu marido.
- O que é que ele faz?
- Ajuda no milagre. Ele é o aleijado que levanta e anda...

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

O gostosão explosivo.


Um sujeito conhece uma loira numa noitada e leva-a para um Motel.

Já instalados no apartamento, ele tira a camisa, deixa os seus bíceps à mostra e diz:
- Isto são 80 kg de dinamite!
Mostra o abdômen e diz:
- 100 kg de dinamite!
Depois tira a bermuda, mostra as coxas e diz:
- 120 kg de dinamite!
Enfim, ele tira a cueca samba-canção e a mulher sai a correr pelos corredores do motel, gritando:
- Evacuem o Motel!!! ...
O meu quarto está cheio de explosivos e o pavio é curto !!!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Por causa de vinte centavos.

Uma menina muito bonita e pobrezinha conheceu um rapaz jovem, rico, bonito, ético, que conseguiu bons empregos pros seus irmãos, comprou uma casa para sua mãe e a levava para viajar e aproveitar o melhor da vida.
Se casaram e um mês depois do casamento a filha volta para casa da mãe dizendo que iria se separar.
-Mas minha filha como assim? Um rapaz tão bom, meu genro perfeito!
-Mamãe, fico com vergonha de lhe contar, mas é que .. é que ... ele que comer meu cu todo dia! De manhã, de tarde e de noite. Umas 10 vezes ao dia, não aguento mais!
-Minha filha, tem homem que curte essas coisas mesmo. O que é esse pequeno defeito perto de tudo que ele faz por você, do que ele faz por nós?
-Mamãe meu cu parecia uma moedinha de 5 centavos quando nos casamos e hoje já parece um moedão de 25 centavos.
-AHHH TENHA DÓ MINHA FILHA! Agora você vai ficar criando caso por causa de 20 CENTAVOS?

MORAL DA HISTÓRIA
-Só briga por 20 centavos quem toma no cu todos os dias!

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

domingo, 4 de agosto de 2013

Conversa em família.

 
A filha chega a casa e diz ao pai:
- Pai sou lésbica!

O pai diz:
- Tudo bem filha, eu te amo do mesmo jeito! E aceita numa boa...

A outra filha ouvindo a conversa toma coragem e diz:
- Eu também sou pai!

E então a terceira filha diz:
- Pai, eu também sou lésbica!

O pai arretado diz:
- Puta que pariu! Ninguém gosta de piroca nessa casa?

Então o filho mais velho grita:
- PAIIIII EU ADOROOOO, EU ME AMARROOOO

Casamento é uma "onda"...


sábado, 3 de agosto de 2013

Que país é esse?

Via facebook

Paciente criminosa...


Após dias de "prisão de ventre", paciente se submete a tratamento especial dado que o diagnóstico teria sido obstrução retal, e o grupo de "profissionais da saúde" pagam um tremendo "mico".

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

A pergunta do papagaio.


Quando a idade chega, é inevitável a lembrança de passagens da nossa vida.

O causo de hoje, além de verídico e engraçado, aconteceu com a minha mãe que, infelizmente, já não está entre nós...
Nos meados dos anos 80, morávamos em Palmeira dos Índios, na Rua João XXIII, numa casa pertencente à família Boia, alugada, que fica pertinho da “igreja dos crentes” e da "venda do Mangaieiro" (será que ele ainda é vivo?).
Nessa época, a minha mãe, Maria Luiza (Isa), possuía um papagaio que falava algumas coisas bobas, do tipo:
- Bom dia”, “- Isa, tem gente”, “- Meninos, o café tá na mesa”, etc...

Pensávamos que ele falava isso e somente isso...
Pois bem, certo dia a mamãe acorda logo cedinho e, como sempre, abriu a porta do quintal e saudou o seu animal de estimação:

- Bom dia, meu louro!

E não é que o sacana do louro sapecou, dizendo como resposta!

-E o cuzinho?

Até hoje não sabemos qual dos filhos ensinou o papagaio a falar tal coisa!
Se meu pai descobre...