quarta-feira, 29 de junho de 2011

Cuidados com sua segurança.


Ao ter ousadia de sair de sua casa ou ao ser abordado por um meliante:
1. NÃO REAJA.
2. NÃO ANDE COM DINHEIRO, CARTÕES DE BANCO NEM TALÕES DE CHEQUE.
3. NÃO CARREGUE BOLSAS
4. NÃO USE CARTEIRAS
5. NÃO RECEBA SALARIOS. UTILIZE SOMENTE O SISTEMA DE VALES: VALE-TRANSPORTE, VALE-COMIDA,VALE-DRINK, VALE-SEXO, ETC.
6. SE PORTAR DINHEIRO, QUANDO VEJA UM SUSPEITO, SE DIRIJA AO MESMO E DÊ TODA A GRANA.
7. SE FOR ASSALTADO EM CASA, OFEREÇA MAIS DO QUE OS MELIANTES LHE EXIGEM. NÃO SE ESQUIVE DE EXIGÊNCIAS PESSOAIS...
8. TRANQUE SUA CASA COM GRADES, CADEADOS, ALARMES, CERCAS ELETRICAS, CERCAS-GUILHOTINA,ARAMES FARPADOS E MUROS DE 4 METROS. USE CADEADO EM TODOS OS QUARTOS E OS ISOLEM COM MUROS ENTRE ELES. FECHE TODAS AS PORTAS E JANELAS E NÃO SAIA DE CASA.
9. NÃO JANTE EM RESTAURANTES. NÃO VÁ A CINEMAS. NÃO SAIA A PASSEIOS NEM A PARQUES. NÃO ANDE DE CARRO NOVO.
10. SE CONSEGUIR SAIR VIVO, AGRADEÇA AO BANDIDO DANDO DE BOM GRADO MUITO CARINHO.
Viu como é facil ter segurança. Não há necessidade de se preocupar com trabalho da policia, nem de mudanças das leis.
E assim os juizes podem soltar adoidado os bandidos e a Dilma e o PT podem fazer leis brandas para a bandidagem.
PENSAR EM QUALIDADE DE VIDA, DIREITO À SEGURANÇA E LIBERDADE DE IR E VIR, É UMA PRETENSÃO QUE NÃO LHE PERTENCE.
ESSAS COISAS ESTÃO RESERVADAS À CLASSE DOS NOBRES (POLITICOS PROFISSIONAIS E PODEROSOS DA JUSTIÇA).
QUE O DIGAM OS INDIVIDUOS QUE NÃO SÃO HOMENS COMUNS QUE ESTÃO ACIMA DO BEM E DO MAL LÁ NO CONGRESSO NACIONAL E EM OUTROS PODERES.

“Capa da ‘Playboy’ que gostaríamos de ver por aí”…

Sexo na escola.

A bola da copa no Brasil.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Marido obediente.

NÃO SUPORTANDO AQUELA TAMPA SEMPRE MIJADA,
A MULHER DETERMINOU:
F A V O R   U R I N A R   S E N T A DO !

Oficina de Jegue.

O cabra da peste vinha montado no jegue, quando, de repente, o jegue empaca.
E como todo mundo sabe, jegue, quando empaca não sai mais do lugar de jeito nenhum.
O sujeito fez de tudo e nada.
Lá na curva ele vê uma faixa: "Conserta-se Jegues".
Entre aliviado e curioso ele caminha até lá e conta o problema.
O dono da oficina manda seu ajudante em um caminhão para rebocar o jegue.
Chegando no local, o guindaste levanta o jegue, coloca no caminhão e toca para a oficina.
Quando chegam, o dono da oficina fala para oajudante:
- Severino, bota ele na rampa.
O guindaste desce o jegue numa rampa.
Aí, o dono da oficina pega dois tijolos, chega por trás e dá uma tijolada no saco do jegue.
Santo remédio: o jegue sai numa disparada!
O dono do jegue, abobado com a eficiência do serviço, pergunta:
- Mas e agora, cumé que eu pego o jegue?
O dono da oficina fala para o ajudante:
- Severino, bota o homi na rampa !!!

Crematório português.

Estava de passagem por Portugal quando percebi que uma pessoa havia morrido…
Fiquei curioso para saber como eram os velórios deles.
Ao chegar, vi que no caixão estava o morto inteiramente nú.
Ao seu lado um grande pote cheio de creme, do qual cada um dos presentes pegava um pouquinho e passava no defunto.
Surpreendido pela cena, coisa inusitada, aproximei-me da mulher e perguntei:
- Desculpe-me a ignorância, mas porque estão passando creme no defunto?
É tradição aqui?
 A esposa respondeu:
 - Não! É inédito! Nunca fizemos isso. Ele é que pediu para ser cremado!!!!!!!!!

sábado, 25 de junho de 2011

Antes de transar, consulte um advogado.

Você lembra do tempo em que "sexo seguro" significava usar camisinha para evitar doenças sexualmente transmissíveis e gravidez? Esqueça, os bons tempos terminaram. Confira aqui as dicas para sexo seguro que um homem deve observar no maravilhoso mundo feminista moderno!
A coisa está ficando assim: sabe aquela gatinha que você conheceu na balada, que deu o maior mole, você convidou para um motel e ela topou?                              
Primeiro leve a garota à uma emergência hospitalar e solicite um teste de dosagem de álcool e outros   entorpecentes, para evitar acusação de posse sexual mediante fraude. (Art. 215 CPB)
Depois passe com ela em um cartório e exija que ela registre uma declaração de que está praticando sexo consensual, para evitar acusação de estupro.(Art. 213 CPB)
Exija também o registro de uma declaração de que ela está praticando sexo casual, para evitar pedido de pensão por rompimento de relação estável. (Lei 9.278, Art. 7)
Depois vá a um laboratório e exija o exame de beta-HCG (gonadotrofina coriônica humana) para ter certeza que você não é o pato escolhido para sustentá-la na gravidez de um bebê que não é seu. (Lei 11.804 Art. 6)
No motel ou em casa, use camisinha e nada de "sexo forte" pra evitar acusações de violência doméstica e pegar uma Maria da Penha nas costas.                              
Além disso, você deve paparicá-las, elogiá-las, jamais criticá-las ou reclamar coisa alguma, devem ser perfeitos capachos, para não causar qualquer "sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral", sem que tenha obviamente os mesmos direitos em contrapartida.(Lei 11.340 Art.5)
Na saída do motel leve-a ao Instituto Médico Legal e exija um exame de corpo de delito, com expedição de laudo negativo para lesões corporais (Art. 129 CPB) e negativo para presença de esperma na vagina, para TENTAR evitar desembolsar nove meses de bolsa-barriga caso ela saia dali e engravide de outro.(Lei 11.804 Art. 6)
Finalmente,se houver presença de esperma na vagina da moça,exija imediatamente uma coleta de amostra para futura investigação de paternidade (Lei 1.060 Art. 3 inciso VI) e solicitação de restituição de eventuais pensões alimentícias obtidas mediante ardil ou fraude. (Art. 171 CPB)
Fazendo tudo isso, você pode fazer "sexo seguro". se ainda estiver interessado.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Laboratório prestes a falência.

Fiquem atentos... a qualquer hora grandes empresas poderão estar indo pro buraco.
Alguns laboratórios, podem vir a pedir falência!
As multinacionais de medicamentos de todo mundo pode abrir concordata, em breve.
Elas alegam problemas com seus produtos no mercado.
As empresas es a beira da falência, os problemas mais sérios
alegados foram :
1 - O produto OB está no buraco;
2 - As Fraldas estão sempre na merda;
3 - O Sempre Livre nãotão sai do vermelho;
4 - E o pior de tudo... Colocaram o Jontex no pau.
5 - E para completar... os clientes do Viagra estão duros!
ASSIM NÃO HÁ EMPRESA QUE AGUENTE!

Ah, se pego!

Clique para a imagem para obter seu movimento.

Pegadinha do esqueleto.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Rachaduras...

A divisão.

Em uma cidadezinha do interior havia um abacateiro carregado dentro do cemitério.
Dois amigos decidiram entrar lá à noite (quando não havia vigilância) e pegar todos os abacates.
Eles pularam o muro, subiram a árvore com as sacolas penduradas no ombro e começaram dividir :
Um pra mim, um pra você...
Um pra mim, um pra você...
Você deixou dois caírem do lado de fora do muro!
Não faz mal, depois que a gente terminar aqui pegamos os outros dois.
Então tá bom, mais um pra mim, um pra você.
Um bêbado, passando do lado de fora do cemitério, escutou esse negócio de 'um pra mim e um pra você' e saiu correndo para a delegacia.
Chegando lá, virou para o policial:
- Seu guarda, vem comigo! Deus e o diabo estão no cemitério dividindo as almas la no cemiterio !
- Ah, cala a boca bêbado.
- Juro que é verdade, vem comigo.
Os dois foram até o cemitério, chegaram perto do muro e começaram a escutar...
- Um para mim, um para você...
O guarda assustado:
- É verdade! É o dia do apocalipse!
Eles estão dividindo as almas dos mortos! O que será que vem depois?
Curiosos, ouviram mais:
- Um para mim, um para você. Pronto, acabamos aqui. E agora?
- Agora a gente vai lá fora e pega os dois que estão do outro lado do muro...
- Coooooorrreee !!!

Coração em desatino

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Acorda Brasil!

SE SOMOS OS PAGADORES DA PALHAÇADA, PROBLEMAS NOSSO!!!
OS NOSSOS GOVERNANTES FAZEM O QUE BEM ENTENDEM E NÓS FINGIMOS QUE NÃO ENTENDEMOS PORQUE SOMOS PREGUIÇOSOS!
ACORDA BRASILEIROS!!!

No Uzbequistão - Perdidos na montanha ...

Um famoso repórter de televisão estava no Uzbequistão, no meio de uma grande reportagem que falava sobre os costumes do local.
De repente, ele se deparou com um velhinho e logo começou a entrevistá-lo:
- O senhor poderia me contar um fato de sua vida que jamais tenha se esquecido?
- Um dia, há muito tempo, minha cabra se perdeu na montanha. Como manda a nossa tradição, todos os homens da cidade se reuniram para beber e sair à procura da cabra. Quando finalmente a encontramos, já de madrugada, bebemos mais uma dose e, como de costume, todos transaram com a cabra, um por um.
Foi uma cena inesquecível...
- Meu senhor, sinto em lhe dizer que a emissora dificilmente levará ao ar essa declaração, então eu sugiro que o senhor conte uma outra história...
Quem sabe se o senhor nos contasse uma história bem feliz...
- Ok, também já vivi uma história muito feliz aqui...
Um dia, a mulher do meu vizinho se perdeu na montanha. Como manda a nossa tradição, todos os homens da cidade se reuniram para beber e sair à procura da mulher. Quando finalmente a encontramos, bebemos mais uma dose e, como de costume, todos os homens da cidade transaram com ela. Foi a maior diversão da minha vida!
- Ok, vamos tentar mais uma vez: Será que o senhor não poderia nos contar uma história muito, muito triste?
Então o velho homem baixou a cabeça e, com os olhos cheios de lágrimas,começou: 
- Um dia, eu me perdi na montanha....

domingo, 19 de junho de 2011

Periquitex.

Você anda pela rua e nem é notada?
Você para na frente de seu chefe e ele nem liga?
Você não consegue, chamar a atenção, de seus amigos, na faculdade?
Você põe aquela calça, super agarrada e nada?
Seus problemas acabaram!
Chegou o mais revolucionário método de chamar a atenção, até mesmo, do BOIOLA do seu namorado... ou do seu marido!!!

Bouça aufebetização.

Corrigindo velhos ditados.

01- "É dando que se ... engravida".
02-
"Quem ri por último... é retardado".
03-
"Alegria de pobre... é impossível".
04-
"Quem com ferro fere... não sabe como dói".
05-
"Em casa de ferreiro... só tem ferro".
06-
"Quem tem boca... fala. Quem tem grana é que vai a Roma!"
07-
"Gato escaldado... morre, porra!"
08-
"Quem espera... fica de saco cheio."
09-
"Quando um não quer... o outro insiste.."
10-
"Os últimos serão ... os desclassificados."
11-
"Há males que vêm para ... fuder com tudo mesmo!" (essa é ótima!!!)
12-
"Se Maomé não vai à montanha... é porque ele se mandou pra praia."
13-
"A esperança... e a sogra são as últimas que morrem."
14-
"Quem dá aos pobres.... cria o filho sozinha." rsrsrsrsrsr....
15-
"Depois da tempestade vem a ..... gripe."
16-
"Devagar..... nunca se chega."
17-
"Antes tarde do que ... mais tarde."
18-
"Em terra de cego quem tem um olho é ... caolho."
19-
"Quem cedo madruga... fica com sono o dia inteiro."
20-
"Pau que nasce torto... urina no chão."

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Velhinha sapeca.

<a href="http://video.msn.com?mkt=pt-br&brand=msn video&playlist=videoByUuids:uuids:39f290ee-892f-4fc0-8238-2837c788f4bd&showPlaylist=true&from=pt-br&fg=PTBR_AFP_humor_player" target="_new" title="Brinquedo de parquinho do mal">Vídeo: Brinquedo de parquinho do mal</a>

O fogo do PMDB.

A charge acima demonstra a falta de respeito que o PT tem pelo PMDB, tratando-o como "coisa" comprada, ou "comprável", deixando claro o fisiologismo que domina aquele partido.
Os peemedebistas, é claro, não se importam com isso. Sabem que foram essenciais para a vitória de Dilma, mas são massacrados moral e até "fisiológicamente" pelos petistas, seus asseclas e adeptos, políticos, jornalistas e afins.

Abusando da própria esposa.

O segredo da minhoca

O avô observa o neto brincando no quintal e vai perguntar o que ele está fazendo.
O neto diz:- Enfiando as minhocas de volta para a toca delas…
- E como é que você consegue, meu neto, o bicho é todo molenguento?
- O segredo vovô!
- Te dou dez reais para você me ensinar a fazer isso.
- Bem eu passo laquê, espero secar esticando a minhoca… aí é só colocar no buraco.
- Toma os dez reais…
No dia seguinte o avô chega para o neto, tira cem reais do bolso e dá pro neto…
- Ta ficando esquecido, vô? O senhor já me deu os 10 reais.
- Eu sei. Esses 100 foi a tua avo’ que mandou…

segunda-feira, 13 de junho de 2011

sábado, 11 de junho de 2011

Minha casa, minha vida!

Céu e inferno no casamento.

Depois da morte do marido a esposa não consegue esquecê-lo. Desesperada, resolve recorrer às forças mediúnicas para falar com seu amado. Ela vai a um centro espírita, onde providenciam a comunicação. Quando o marido se manifesta, durante a sessão, ela pergunta:
- Querido, é você?
- Sim, querida, sou eu, o seu marido.
- Como vai?
- Vou muito bem.
- Está feliz?
- Sim, muito!!!!!!
- "Mais do que quando estava comigo?"
- Sim, bem mais.
- Então me diga, como é o céu?
- E quem lhe disse que estou no céu?????

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Dançou!

Osted bailou, toninho! Ahora es hora de Paulo Bernardo dar las cartas, entonces...

A escola brasileira na era petista.

Coisa de "petraia".

Dois petraias estavam trabalhando para o Departamento de Urbanismo de Porto Alegre. Um escavava um buraco e o outro vinha atrás e voltava a encher o buraco.
Trabalharam num lado e depois no outro lado da rua.
Um espectador não entendendo porque eles faziam isto, foi perguntar ao cavador:
O cavador, limpando a testa, suspira:
- Bem, isto pode parecer estranho porque, normalmente, somos três homens na
equipe; eu cavando, outro plantando as árvores e outro cobrindo o buraco,
mas hoje o cara que planta as árvores telefonou e disse que está doente.

O futuro de Palocci.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

“Brasil Sem Miséria” vai tirar 16,2 milhões da pobreza...

Velhos amigos ... um perigo encontrá-los

Outro dia estava no mercado quando vi no final do corredor um amigo da época da escola, que não encontrava há séculos. Feliz com o reencontro, me aproximei já falando alto:
- Oswaaaaaldo, sua bichona! Quanto tempo!!!!
E fui com a mão estendida para cumprimentá-lo. Percebi que o Oswaldo me reconheceu, mas antes mesmo que pudesse chegar perto dele, vi o meu braço sendo algemado.
- Você vai pra delegacia! – Disse o policial que costuma freqüentar o mercado.
Eu sem entender nada perguntei: - Mas o que foi que eu fiz?
- HOMOFOBIA! Bichona é pejorativo, o correto seria chamá-lo de grande homossexual.
Nessa hora, antes mesmo de me defender, o Oswaldo interferiu tentando argumentar: - Que é isso doutor, o quatro-olhos aí é meu amigo antigo de escola, a gente se chama assim na camaradagem mesmo!!
- Ah, então você estudou vários anos com ele e sempre se trataram assim?
- Isso doutor, é coisa de criança!
E nessa hora o policial já emendou a outra ponta da algema no Oswaldo: - Então você tá detido também.
Aí foi minha vez de intervir: - Mas meu Deus, o que foi que ele fez?
- BULLYING! Te chamando de quatro-olhos por vários anos durante a escola.
Oswaldo então se desesperou: - Que isso seu policial! A gente é amigo de infância! Tem amigo que eu não perdi o contato até hoje. Vim aqui comprar umas carnes prum churrasco com outro camarada que pode confirmar tudo!
E nessa hora eu vi o Jairzinho Pé-de-pato chegando perto da gente com 2 quilos de alcatra na mão. Eu já vendo o circo armado nem mencionei o Pé-de-pato pra não piorar as coisas, mas ele sem entender nada ao ver o Oswaldo algemado já chegou falando: - Que porra é essa negão, que que tu aprontou dessa vez?
E aí não teve jeito, foram os três parar na delegacia e hoje estamos respondendo processo por HOMOFOBIA, BULLYING e RACISMO.
Moral da história: Nos dias de hoje é um perigo encontrar velhos amigos !

Ratolândia

terça-feira, 7 de junho de 2011

Solução para o Brasil.

O direito de peidar.

Justiça brasileira reconhece o direito de "peidar" no trabalho.
Poder Judiciário Federal
Justiça do Trabalho
Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região
ACÓRDÃO Nº: 20071112060 Nº de Pauta:385
PROCESSO TRT/SP Nº: 01290200524202009
RECURSO ORDINÁRIO - 02 VT de Cotia
RECORRENTE: Coorpu's Com Serv de Produtos Para Estet
RECORRIDO: Marcia da Silva Conceição
EMENTA
PENA DISCIPLINAR. FLATULÊNCIA NO LOCAL DE TRABALHO.
Por princípio, a Justiça não deve ocupar-se de miuçalhas (de minimis non curat pretor).
Na vida contratual, todavia, pequenas faltas podem acumular-se como precedentes curriculares negativos, pavimentando o caminho para a justa causa, como ocorreu in casu.
Daí porque, a atenção dispensada à inusitada advertência que precedeu a dispensa da reclamante.
Impossível validar a aplicação de punição por flatulência no local de trabalho, vez que se trata de reação orgânica natural à ingestão de alimentos e ar, os quais, combinados com outros elementos presentes no corpo humano, resultam em gases que se acumulam no tubo digestivo, que o organismo necessita expelir, via oral ou anal.
Abusiva a presunção patronal de que tal ocorrência configura conduta social a ser reprimida, por atentatória à disciplina contratual e aos bons costumes. Agride a razoabilidade a pretensão de submeter o organismo humano ao jus variandi, punindo indiscretas manifestações da flora intestinal sobre as quais empregado e empregador não têm pleno domínio.
Estrepitosos ou sutis, os flatos nem sempre são indulgentes com as nossas pobres convenções sociais.
Disparos históricos têm esfumaçado as mais ilustres biografias. Verdade ou engenho literário, em "O Xangô de Baker Street" Jô Soares relata comprometedora ventosidade de D. Pedro II, prontamente assumida por Rodrigo Modesto Tavares, que por seu heroísmo veio a ser regalado pelo monarca com o pomposo título de Visconde de Ibituaçu (vento grande em tupi-guarani).
Apesar de as regras de boas maneiras e elevado convívio social pedirem um maior controle desses fogos interiores, sua propulsão só pode ser debitada aos responsáveis quando deliberadamente provocada.
A imposição dolosa, aos circunstantes, dos ardores da flora intestinal, pode configurar, no limite, incontinência de conduta, passível de punição pelo empregador. Já a eliminação involutária, conquanto possa gerar constrangimentos e, até mesmo, piadas e brincadeiras, não há de ter reflexo para a vida contratual.
Desse modo, não se tem como presumir má-fé por parte da empregada, quanto ao ocorrido, restando insubsistente, por injusta e abusiva, a advertência pespegada, e bem assim, a justa causa que lhe sobreveio.
ACORDAM os Juízes da 4ª TURMA do Tribunal Regional do Trabalho da Segunda Região em: por unanimidade de votos, rejeitar as preliminares de nulidade por suspeição de testemunha e por cerceamento de
defesa, arguidas pela reclamada; no mérito, por igual votação, dar provimento parcial ao apelo da mesma, para expungir da condenação o pagamento de 11 dias de saldo de salário, por já devidamente quitado, expungir da condenação o pagamento de diferenças salariais decorrentes do acréscimo de 30% pelo desvio de função e suas integrações em horas
extras, férias mais 1/3, 13º salários, aviso prévio e FGTS com 40%, tudo na forma da fundamentação que integra e complementa este dispositivo.
São Paulo, 11 de Dezembro de 2007.
RICARDO ARTUR COSTA E TRIGUEIROS
PRESIDENTE E RELATOR

Depois do reconhecimento da união gay pelo STF

Um casal gay adotou uma criança.
Durante o banho o ingênuo garoto fala pro pai:
- Puxa papai!!! Que pinto grande que o senhor tem!!!!
O pai com um brilho nos olhos, comenta:
- Vc ainda não viu o da mamãe!!!